fbpx
Skip links

Planejamento patrimonial para empreendedores: como funciona

O planejamento patrimonial é uma ferramenta essencial na gestão do patrimônio de empreendedores e outros profissionais bem sucedidos. Essa ainda é uma preocupação pouco comum dos brasileiros, mas é o melhor caminho na manutenção da riqueza gerada.

É bastante comum que profissionais de diversas áreas, ao longo de uma vida de trabalho, consigam conquistar um patrimônio financeiro considerável e capaz de gerar os diversos benefícios que todos já ouvimos falar.

Porém, pouco ouvimos falar sobre todas as dificuldades financeiras e contábeis que envolvem a gestão e manutenção de um determinado patrimônio financeiro. Neste texto, vamos esclarecer as principais dúvidas sobre o planejamento patrimonial. Falaremos sobre a holding familiar, como é feito o planejamento sucessório, e outras dúvidas comuns.

Boa leitura!

O que é planejamento patrimonial?

O planejamento patrimonial é uma série de medidas contábeis, jurídicas e financeiras que visam estruturar e conservar um determinado patrimônio financeiro. Tal patrimônio pode ser composto de bens móveis e imóveis, de modo a estruturar sua receita e organizá-lo em uma configuração contábil.

No planejamento patrimonial, sobretudo no planejamento voltado para o planejamento sucessório, no qual ocorre a passagem de um determinado patrimônio para herdeiros, o patrimônio em nome da pessoa física é estruturado através da criação de uma pessoa jurídica que pode englobar diversas fontes de receita.

Como é feito o planejamento patrimonial?

Não há uma forma única de realizar o planejamento patrimonial e sucessório. A análise do profissional é feita sempre de modo personalizado. Porém, como dissemos, a forma mais comum é através da criação de uma pessoa jurídica para estruturar a proteção de um patrimônio.

A modalidade empresarial a ser criada dependerá dos bens que entrarão na composição da pessoa jurídica. Uma das estruturas jurídicas mais comuns é a holding, seja a holding patrimonial, a holding administrativa, ou em outros formatos. Para que você possa conhecer mais, estes são alguns tipos de holding mais comuns:

  • Holding pura: Baseia-se na participação no capital de outras sociedades empresariais. O objetivo da holding pura é o controle e gerenciamento do capital de outras empresas controladas.
  • Holding mista: Possui o mesmo objetivo da holding pura, mas também permite a exploração de atividades empresariais, como a prestação de serviços civis e comerciais.
  • Holding patrimonial: É uma forma de administração de bens. É o formato mais comum para planos de sucessão, pois estrutura os bens da família com o objetivo de facilitar os processos de gestão e conservação do patrimônio.
  • Holding setorial: Estrutura diversas sociedades com base nos setores de atuação de cada empresa.

Em geral, a criação de uma holding, ou de qualquer forma de planejamento patrimonial é feita a partir de diversos passos. Para uma execução adequada do planejamento patrimonial, é necessário 

  1. Levantamento de todos os ativos e passivos do patrimônio,
  2. Escolha do formato jurídico adequado,
  3. Criação da estrutura jurídica.

Vantagens do planejamento patrimonial

Agora que você já sabe o que é planejamento patrimonial, sabemos que deve estar curioso para saber quais são as vantagens desse tipo de processo. Estas são as principais vantagens do planejamento patrimonial:

  • Organização da estrutura financeira e patrimonial;
  • Proteção do patrimônio (também chamada de blindagem patrimonial) contra eventuais formas de dissolução, perda ou avaria;
  • Redução de gastos e despesas;
  • Redução de gastos com impostos;
  • Possibilita processos de sucessão para herdeiros com maior segurança;
  • Possibilita avaliação de valor total do patrimônio para processos de compra e venda;
  • Maior facilidade na gestão e manutenção do patrimônio.

Quando o empreendedor deve pensar em planejamento patrimonial?

O empreendedor, ou profissional de qualquer área, deve considerar a contratação de um serviço de planejamento patrimonial a partir do momento em que percebe ter uma estrutura financeira ou complexa com diversos bens, ou a participação em sociedades e outras formas de geração de receita, ou possui um patrimônio mínimo de R$1milhão.

Assim, ao contrário do que muitos pensam, a holding não é apenas restrita a grandes patrimônios, mas devemos considerar também a diversidade de suas fontes de receita na hora da constituição da holding.

Além disso, é válido mencionar que este sistema de holding é financeiramente muito interessante mesmo para aquelas famílias que possuem apenas um imóvel.

Qual o profissional responsável pelo planejamento patrimonial?

Todo o processo de planejamento patrimonial pode envolver profissionais de diversas áreas, como contadores, advogados e até mesmo consultores financeiros. Porém, é bastante comum que todo o processo seja planejado por um contador ou assessoria contábil com boa experiência em planejamento patrimonial.

Se você acredita que chegou a hora de se preocupar com o planejamento patrimonial da sua estrutura de patrimônio, procure escritórios contábeis com experiência em processos desse tipo e esclareça todas as suas dúvidas antes de tomar qualquer decisão.

Aqui na DirectCount, nós criamos um sistema de holding familiar fiscalmente muito eficiente, 100% lícito e totalmente transparente para todas as famílias e seus herdeiros.

Qual a função do planejamento patrimonial e sucessório?

O planejamento patrimonial e sucessório visa organizar e estruturar o patrimônio familiar para facilitar o processo de sucessão para herdeiros. Assim, o planejamento patrimonial evita a dissolução do patrimônio, assim como facilita a gestão e manutenção das fontes de receita.

Planejamento patrimonial é holding?

Não, a criação de holdings é a forma mais comum de planejamento patrimonial. Porém, é possível executar ações e processos diferentes com o objetivo de conservar ou proteger um determinado patrimônio. 

A decisão pela criação de uma holding deve ser acompanhada e assessorada por um profissional da área jurídica e/ou contábil. Apenas depois de uma análise da estrutura de bens envolvidos e dos custos de manutenção é possível determinar qual o melhor formato jurídico para o seu caso.

Planejamento patrimonial e contabilidade online

O planejamento patrimonial tem se beneficiado cada vez mais dos serviços de contabilidade online. Hoje, é possível obter a assessoria e o acompanhamento de contadores e escritórios de contabilidade de qualquer lugar do país, e até mesmo do mundo.

Se você gostaria de saber mais sobre como funciona o planejamento patrimonial e obter uma primeira análise de como ocorreria todo o processo para o seu caso, nós da Direct Count temos uma equipe de profissionais experientes em planejamento patrimonial e sucessório.

Leave a comment

Este site usa cookies para melhorar sua experiência na web.
Home
Account
Cart
Search
×

 

Fale conosco!

Clique em um dos contatos online para falar com um de nossos especialistas.

× Como posso te ajudar?